Influência da prática esportiva no desenvolvimento motor e da aptidão física de escolares de fortaleza/CE

  • Marcela de Castro Ferracioli Instituto de Educação Física e Esportes - Universidade Federal do Ceará
  • Lara de Souza Nunes Instituto de Educação Física e Esportes - Universidade Federal do Ceará

Abstract

BACKGROUND: A literatura aponta que a prática esportiva pode potencializar as capacidades motoras e físicas das crianças em desenvolvimento e que, apesar disso, crianças que não praticam tais atividades podem apresentar desenvolvimento motor típico.

OBJETIVO: Analisar a influência da prática esportiva, enquanto estímulos ambientais, e da idade, enquanto processos desenvolvimentais, na coordenação motora e aptidão física de crianças.

MÉTODO: Participaram do estudo 80 crianças, sendo 20 de cada idade: 7, 8, 9 e 10 anos. Dez crianças de cada idade praticavam atividades esportivas extracurriculares e 10 praticavam apenas aulas de Educação Física Escolar. As crianças foram submetidas à avaliação da coordenação motora e da aptidão física. O desempenho das crianças em cada componente motor e físico avaliado foi comparado entre as idades e entre grupos praticantes e não praticantes de atividades esportivas.

RESULTADOS: O fator idade influenciou o desempenho das crianças na maioria dos componentes avaliados, enquanto a prática esportiva influenciou o desempenho nos componentes Equilíbrio e Força de Membros Inferiores apenas.

CONCLUSÃO: A prática esportiva influencia apenas componentes físicos e motores que são vivenciados na modalidade praticada. Apesar de os processos desenvolvimentais influenciarem o desenvolvimento motor, as crianças não estão apresentando níveis saudáveis de componentes da aptidão física.

Published
2018-10-01
Section
Research Articles